Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Secretaria de Educação lança projeto de leitura para melhorar desempenho escolar

A Secretaria de Educação do Estado (SEEC) vai implantar o Projeto de Leitura do Ensino Médio (Prolem). Este será o primeiro projeto de leitura lançado exclusivamente pelo Governo do Estado e faz parte da política de leitura adotada pela SEEC visando à melhoria da qualidade do ensino público na rede estadual e, por consequência, o aumento nos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A solenidade de lançamento do projeto ocorre nesta quinta-feira (19), às 9h, no Praiamar Hotel, em Ponta Negra.
O projeto consiste em capacitar diretores, coordenadores pedagógicos, professores, técnicos da SEEC, das Diretorias Regionais de Educação (Direds) e das escolas para qualificar os espaços destinados a leitura de forma que eles possam proporcionar melhores condições de aprendizado para os estudantes. O trabalho vai qualificar 895 educadores de 285 escolas do Ensino Médio. Os professores também passaram por um processo de qualificação que vai aprimorar suas técnicas de ensino, aprendizado e estratégias de leitura.
O Prolem vai beneficiar 133.483 estudantes das diversas regiões do Estado e faz parte de uma das medidas adotadas pelo Governo do Estado para melhorar, além do IDEB, os resultados nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O Governo do Estado vai investir no projeto R$ 989,7 mil.
Segundo Salizete Freire, secretaria adjunta de Educação, o investimento no reforço dos programas destinados a formação do aluno leitor tem como objetivo melhorar a relação do aluno com o livro e a leitura. "Melhorando essa relação também vamos melhorar os índices e as notas dos nossos alunos. Este ano, ficou comprovado que as escolas que trabalham com programas de leitura alcançaram melhores resultados tanto no IDEB quanto no ENEM", observou a secretária.
A SEEC já trabalha com diversos programas destinados a formação de professores, melhorias do espaço das bibliotecas escolares e democratização do acesso do aluno ao livro.
Entre os programas estão o mais educação, Proler, Lendo e Aprendendo e o programa de educação de tempo integral, onde o aluno passa um turno no ensino regular e outro em aulas de reforço e letramento, são programas executados em parceria com o MEC e o FNDE.
Erileide Rocha, subcoordenadora do Ensino Médio, destaca que o PROLEM vai ser importante não apenas para melhorar o desempenho escolar dos alunos durante o ensino médio, "mas não ter o hábito de leitura repercute no desempenho escolar e profissional, na trajetória de vida dos estudantes e, principalmente, na sua convivência em sociedade."
Com a participação das Direds, a Secretaria de Educação vai disponibilizar 40 técnicos, durante 4 meses, para fornecer instrumentos e recursos para avaliações e acompanhamento periódicos, planejamento para elaboração e aplicação de didáticas e 895 kits contendo material didático
Fonte:Agência RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário